Arrependimento, expiação e reparação

Edir Salete

É a Doutrina Espírita através do laborioso empenho das diversas categorias de Espíritos e de Allan Kardec, em sua Obra O Céu e o Inferno ou a Justiça Divina Segundo o Espiritismo que nos trazem dentro da Primeira Parte, cap.VII o Código Penal da Vida Futura.

Dividido em 33 itens que reforçam a Justiça da Lei de Deus, quando esclarece com profundidade que todos os nossos atos que prejudicaram o outro e não foram alcançados pela Lei dos homens, enquanto encarnados, o serão pelo Tribunal Divino de nossas consciências que fará que tudo “até o último ceitil” seja liquidado pelo infrator.

Assim, cai por Terra a idéia de que basta um “arrependimento” no último momento, que talvez, não custa mais que poucas palavras, e ficaremos livres, isentos assim, de todos os nossos débitos com aqueles a quem prejudicamos.

Portanto, só a reencarnação nos facilita o entendimento e as múltiplas oportunidades de resgatar. O arrependimento, é só o primeiro passo para o reajuste, pois temos aí o desejo, a vontade, e a esperança de mudar os fatos mas, não é só isso, necessário a expiação e a reparação senão, onde a justiça ?

Diz o Livro dos Espíritos, ítem 998 “A expiação se cumprirá mediante as provas da vida corporal e, na vida espiritual pelos sofrimentos morais inerentes a nossa inferioridade” .

Já o resgate de nossas faltas se dará durante o estado corporal quando é mais propício o acerto com o adversário, pois Jesus foi claro quando disse “reconcilia-te com teu adversário enquanto estás a caminho com ele” e os mais renitentes e rancorosos só com o tempo farão essa reflexão e o avanço através da Lei de Progresso e do amor de Deus, que deixa sempre aberto o caminho da redenção, e fará que cada um a seu tempo, vá viabilizando formas de evoluir, pois quanto maior a demora, maior o sofrimento !

A reparação, também considerada lei de reabilitação moral dos Espíritos, poderá dar-se desde esta vida com a prática do bem, da caridade, da amorosidade, do afeto com nossos semelhantes onde iremos liquidando os débitos que trazemos de tempos imemoriais onde nos comprometemos, infringindo as Leis sábias de Deus, pelo nosso orgulho, vaidade, egoísmo, prepotência, maledicência, paixões e mau uso enfim, de nossas faculdades.

É da Lei que mais cedo ou mais tarde alcançaremos a perfeição, através de nossos méritos e não por graça divina, galgando cada degrau do conhecimento e do Livre Arbítrio, até encontrarmos o bom caminho.

Que possamos nos esforçar cada vez mais, para compreender os ditames da Lei Divina e assim evitar cairmos nos intrincados mecanismos dos Códigos Penais desta Vida e das Vidas futuras !

A cada um segundo suas obras ! Essa é a Lei !

Edir Salete é monitora e palestrante espírita da S.E. Nova Era. Leia mais artigos.

{{texto::pagina=1009}}

 

\"\"
 


Continue no Canal
+ Edir Salete