Tempo de educar-se

As perguntas: O que estou fazendo nesta vida ? Qual a minha participação neste mundo?

Inny Buch

Para que me encontro ainda aqui, quando tantos que amo já não mais estão?

São perguntas muitas e, muitas vezes repetidas, na intimidade da alma, quando esta enfrenta tempo de dores, de sofrimento ou de perdas.

As religiões de todos os tempos se propuseram a responder e, cada uma, em seu determinado tempo conseguiu preencher as solicitações de sua época.

Porém , participar da vida “hoje”, se tornou bem diferente do participar da vida “ontem”.

A criatura progrediu. Não mais está disposta a receber dogmaticamente as respostas de que necessita. Hoje quer entender. Quer hoje compreender e assimilar de maneira mais consciente o conteúdo do conhecimento.

Intuitivamente, sabe que está participando de um movimento existente e, que este movimento tem uma ligação estreita com ela mesma.

Se ontem abraçou a fé por medo da danação, da rejeição ou da pressão sob a qual costumava viver na era das civilizações teocráticas e mitológicas como também na Idade Média, deu hoje o seu grito de liberdade e procura em seu próprio íntimo a certeza da verdade.

As perguntas de ontem, tem hoje as suas respostas na filosofia na ciência e religião espírita. É por isto a afirmação de Juvanir Borges de Souza : “O Espiritismo é o marco de um Novo Tempo.” E realmente o é. O Espiritismo nos traz o conhecimento da vida futura , e a certeza do mundo espiritual. O porquê aqui estamos, o quê aqui fazemos e para onde os nossos passos nos levam.

Tempo do levantamento do véu que cobria as leis do mundo espiritual, demonstrando que estas leis fazem parte do nosso dia a dia.

Tempo de despertar e estudar, além da matéria, o Espírito. Estudar a criatura humana como espírito que é.

Tempo das respostas seguras, conscientes e consistentes, pois que vem embasadas nas leis naturais.

Tempo de saber com total certeza que o ser humano, em sua essência é imortal , e que o seu corpo físico é somente a sua expressão neste planeta

Tempo de descobrir que todas as experiências da vida são construções pessoais que servem para o amadurecimento da consciência, e que de experiência em experiência, o ser evolui em direção a angelitude.

Tempo de consciência. Da responsabilidade sobre seus pensamentos, sua vontade e seus atos.

Tempo de educar-se.

Tempo de alegrar-se.

Tempo de agradecer com humildade a sua própria vida e, a possibilidade de nutrir-se conscientemente no Psiquismo Divino.


Continue no Canal
+ Inny Buch