Baccelli fala sobre \”Religiosidade e Evolução Espiritual\” na casa espírita mais antiga de SC

{{texto::pagina=1342}}

O médium Carlos Baccelli falou durante 1h20 no mini-seminário “Religiosidade e Evolução Espiritual”, proferido segunda-feira, dia 9 de julho, na Sociedade Espírita Caridade de Jesus, na Praia do Mota, centro histórico de São Francisco do Sul, e encantou as mais de 140 pessoas presentes.

Baccelli falou da emoção de estar junto da família espírita catarinense na casa espírita mais antiga de Santa Catarina – fundada em 1895, justamente em sua primeira viagem doutrinária de conferências ao Estado. E lembrou que a Doutrina Espírita tinha apenas 38 anos quando os pioneiros franceses e portugueses desembarcaram em Santa Catarina, trazendo obras espíritas e fundado a casa.

Baccelli foi recepcionado pelas dirigentes Antonieta Bernstorff e Neusa Prestel S. Thiago, e o tema escolhido versou sobre a trajetória de Allan Kardec e seus desafios visando concretizar a Codificação Espírita. De forte cunho histórico, o médium relembrou os principais postulados da Doutrina Espírita, na sua feição de Consolador Prometido por Jesus.

Relembrou ainda lições de Chico Xavier buscando mostrar o conceito de religiosidade e evolução sob a ótica espírita. “Jesus nos prometeu em seu Evangelho um Consolador que ficasse eternamente conosco; para esse Consolador assim ficar, precisava ter características de atemporalidade, ou seja, ser atemporal”, sentenciou. “E o Espiritismo tem essa característica: as lições de Kardec são atuais, e ainda mais, complementadas e atualizadas pela lavra mediúnica de Chico Xavier”, completou.

Como forma de apoiar as obras sociais do médium, como o Lar Espírita Pedro e Paulo, do bairro de Lourdes, em Uberaba, que abriga 30 idosos, o confrade Luiz Nunes, coordenador do lar e da editora LEEPP, trouxe de MG cerca de 40 títulos das 134 obras já psicografadas pelo médium, as quais foram vendidas na S. E. Caridade de Jesus. E Baccelli, ao final, agradeceu ao carinho da acolhida e o público expressivo em terras francisquenses.

Um detalhe importante: o aviador Alberto Samy, de São Paulo, veio da capital paulista especialmente para assistir a palestra de Baccelli na ilha de São Chico. Alberto é descendente dos funadores da S. E. Caridade de Jesus e articulou o roteiro do médium na cidade, junto a confrades de Barra Velha, Gaspar, Penha e Joinville.


Continue no Canal
+ Notícias